BEM VINDO

Bem vindo a este espaço de divulgação dos sabores e da gastronomia que cá se faz. Sem falsos purismos ou fundamentalismos, sempre na perspectiva da pessoa humana e do equilíbrio delicado entre o saber fazer, o "sabe" e o "faz". Sabe "bem", mas o que é que "faz" ao meu corpo?
Um belo de um cozido à portuguesa, que bem que me sabe. E que tal umas refeições mais ligeiras para criar espaço para aquela sobremesa especial ou para aquele dia imperdível? Levamos até si o saber fazer e o que de melhor se cozinha por estes lados e também o que melhor vai fazer ao seu corpo.
Mande-me um e-mail para ferroni.cook@gmail.com

terça-feira, 16 de Dezembro de 2008

O Melhor Prato de Bacalhau do Mundo















O Melhor Prato de Bacalhau do Mundo, aliás, do mundo e arredores. Para mim, é tão bom, tão que até serviria de “mata-bicho”. E simples, com a simplicidade das coisas eternas e simplesmente magnificas. Cá vai, não sei como se chama, mas vi fazer este prato inúmeras vezes à melhor cozinheira que eu já conheci, a mãe da minha filha.


INGREDIENTES:

Bacalhau para grelhar e lascar. ( 1 posta generosa por pessoa, nesta receita, o bacalhau até parece que se esconde)
Azeite, 1 dl por pessoa (azeite virgem extra com pouca acidez)
Alhos, ½ cabeça por pessoa, laminado (cortado ao alto)
Coentros frescos, ½ por pessoa (lavados e secos em papel de cozinha)
Batatas, daquela que se desfaz ao cozer e ensopa o azeite ou pequenina para assar.
Sal grosso q.b.




O Bacalhau é grelhado, preferencialmente na brasa, mas pode até ser num grelhador eléctrico ou numa frigideira anti-aderente.
Entretanto põe-se num tacho (preferencialmente de barro) o azeite e o alho laminado com o lume no mínimo, sem ferver, apenas para o azeite “ganhar” o sabor do alho.
Desfaz em lascas o bacalhau, retirando as espinhas e as peles. E p`ra dentro do tacho e do azeite
Batatas a cozer, se estiver para isso, coze as batatas com casca, não esquece de por sal, esmurra-as e vão ao forno em cama de sal com uns raminhos de rosmaninho (preciosismos). Se não, depois de cozidas vão sem casca e devidamente cortadas em rodelas de 1 cm para dentro do tacho.

Agarra no tacho com tampa e bem seguro e agita-o, para o azeite envolver as batatas e o bacalhau.

Abre o tacho, se ainda se vir o azeite, tudo bem, se estiver seco, numa frigideira à parte põe mais azeite e alhos a cozer e coloca-o no tacho.

Voltei-a de novo o tacho e junta-lhe os coentros muito bem picados.

Agita e serve acompanhado de um magnifico Cabernet Sauvignon do Solar dos Loendros a uma temperatura de 17 a 18 graus.

E que lhe saiba bem.

1 comentário:

  1. Estar de boa saude para o poder saborear. Excelente.É um dos meus melhores pratos peferidos.

    ResponderEliminar

Obrigado por manifestar interesse em comentar o meu blog. Por favor deixe a sua sugestão para poder melhorar.